domingo, 28 de fevereiro de 2010

Você sabe o que é Déficit cognitivo?


Déficit cognitivo ou Deficiência mental são termos usados quando o indivíduo apresenta um desenvolvimento cognitivo à baixo da média, apresentando limitações no seu funcionamento adaptativo em pelo menos duas das seguintes áreas: comunicação, autocuidado, vida doméstica, habilidades acadêmicas, cuidados com a saúde e segurança e auto-suficiência que pode ser observado pelas pessoas que o cercam, sendo que isto tem que ocorrer no período de desenvolvimento até os 18 anos de idade.
Os principais sintomas são: atraso significativo na linguagem; atraso na psicomotricidade; perda da noção de perigo; comprometimento intelectual; comprometimento no desenvolvimento global.

A criança com déficit cognitivo tem as áreas cognitivas afetadas, apresentando dificuldade na atenção, concentração, compreensão, assimilação, memória visual, memória auditiva e raciocínio. Portanto, a criança com déficit cognitivo precisa de um ensino mais sistematizado e periódico. Precisam de elaboração de procedimentos, bem como de estratégias verbais e também de realização até ser internalizado a ponto de sua execução natural e espontânea.
O tratamento deve incluir o acompanhamento simultâneo do médico, do fisioterapeuta, da terapia ocupacional, do fonoaudiólogo, do psicólogo, do pedagogo, entre outros. Assim, é possível amenizar as consequências do problema, mais não curar. Além disso, é importante que a criança participe de programas de estimulação e entre em uma escola inclusiva onde o currículo seja adaptado às suas dificuldades.

32 comentários:

Anônimo disse...

QUE BOM ENCONTRAR ESSE BLOG PARABÉNS E OBRIGADA PELA CONTRIBUIÇÃO

denise padron disse...

Olá!Entrei aqui em busca de exclarecimentos sobre déficit cognitivo. Adotei um menino de 16 anos e a psicóloga me disse que ele tem um défcit cognitivo. Ele está na sexta série do ensino fundamental, e ainda tem muitas dificuldades para ler. Percebo nele uma ingenuidade que ainda náo consigo entender se é do déficit ou se da sua personalidade. Se voces puderem me exclarecer mais sobre o assunto fico muito grata, pois a psicóloga me disse que ele será sempre assim e não conseguirá concluir o ensino superior.Amo meu filho, e aceito suas limitações, mas gostaria de me inteirar mais sobre o assunto, para poder ajuda-lo e quem sabe leva-lo a uma qualidade melhor de aprendizagem.
Um abraço a todos, Denise Padron
Temos um blog www.onzeamores.com.br

Ethy disse...

Meu filho tem déficit cognitivo global e toma ritalina diariamente. Preciso saber como a escola deve avalia-lo e qual lei protege seus direitos. Aguardo reposta. Abraço!

Anônimo disse...

Olá, gostaria de entender melhor o que é deficti cognitivo, meu filho de 11 anos recebeu o diagnostico de imaturidade, deficti cognitivo leve.Não entendi direito o que isso quer dizer, pois ele é inteligente, apenas tem dificuldade na escrita e troca de letras na fala.
Como o neorologista chega a esse diagnostico atraves de um eletroencefalograma que está dentro dos limites da normalidade?
Meu filho é ingenuo para a idade, imaturo.
Será que alguém poderia esclarecer isso pra mim?

Anônimo disse...

ola´,tenho um filho de 10 anos e foi falada que supostamente tem o deficit cognitivo,por favor me da uma luz qual caminho a seguir,estou perdida pois já corri em todos os lugares endicados,e não consigo resposta. ele naõ sabe escrever e está no 4ano da escola fundamental.obrigada pela atençao.

meu email lucianareginacarvalho@bol.com

Anônimo disse...

Olá
Eu queria saber o que se faz quando um adulto recebe esse diagnóstico, estou com 41 anos.
Fiz diversos tratamentos psiquiatricos e psicologicos, tive tentativas de suicídio (uma delas bem grave) e internamentos em hospitais psiquátricos, fiz CAPS.
Uma psicóloga disse que a vida é bela, mas com depressão, fobia social e burrice não vejo assim. Agora tomo diversas medicações, pra me manter vivo e não tentar me eliminar outra vez, sinto que o tempo apenas passa. Como foi dito, sou ingênuo e imaturo. Quando criança não havia escolas e classes especiais e só ouvi falar de psicólogos, pegagogos depois de adulto. Recomendo às pessoas que observem atentamente seus filhos com problemas desse tipo, pra não se tornarem adultos com severas limitações. Esse é o meu caso, o sofrimento é constante, jamais dá folga. Obrigado por lerem.

Anônimo disse...

Acho até que eu era o cachorro que corria atrás do proprio rabo em terapia... círculos infinitos. Não conseguia absorver o que era tratado no consultório justamente por causa do transtorno..Resultados efetivos? Ahn? PQP!!!

Anônimo disse...

Parabéns pela qualidade das informações aqui contidas, pos como educadora da educação especial tenho a certeza q irá me ajudar e muito! Que Deus aabençoe a vida de vcs!!!!

Gustavo Moreira disse...

Parabéns, a autoria do texto é de vocês? pois não encontrei nenhuma referência. Estou perguntando apenas porque estou usando parte do texto em um trabalho e não sei quem referencio já que não tem o nome do autor. Obrigado!

Anônimo disse...

olá meu nome é leticia,tenho muitas dúvidas sobre o assunto,nao oouvi ainda um especialista,minha irmã tem 17 anos,desde que veio morar comigo percebo ssuas dificuldades, como concentração,raciocinio lento,vivi com a cabeça no mundo da lua,desatenta,tem muita dificuldade de acompanhar as tarefas no colégio,mais há algumas coisas que ela consegue entender e se consentrar.eu não sei se isso é um caso de deficit cognitivo.gostaria de pedir a ajuda de vocês.me responda por gentileza fico no aguardo.

Anônimo disse...

tenho 63 anos. minha filha está mt preocupada comigo,pois passei a me esquecer de td ,sem concentraçao e com raciocinio lento.em vista disso,fui fazer pesquisa e encontrei este nome deficit cognitivo.é normal em idosos?
Atenciosamente,uma amiga

Um amigo disse...

Caros, estudando o assunto e lendo o relato de cada um de vocês, vejo que em alguns casos não seria déficit cognitivo e sim déficit de atenção (principalmente para o caso da menina da irmã de 17 anos. Mas um dos casos, em especial, me chamou a atenção, do caso do rapaz que tentou suicidio... uma pergunta me veio a mente... como alguém que redigi um texto como o dele pode ser burro (como o mesmo mencionou). Pessoalmente, acho impossível, pra mim está claro que não é burrice, depressão pode ser. Mas olha, busque uma luz, um caminho espiritual, assista ao filme "Mães" do Chico Xavier, trate com um médico de confiança, lute... as dificuldades são pra se vencer! Você até pode não ser Aisten, mas certamente é inteligente sim. Pra tudo tem um jeito, depende de você. Torne-se ator principal de sua própria estória, não seja a vítima, encare as limitações, mas olhe principalmente para suas virtudes. Certamente você pode encontrar a felicidade, vá em frente.

Anônimo disse...

SÓ EXISTE O DÉFICIT COGNITIVO COM CRIAS]NÇAS COM SÍNDROME DE DOWN?

Anônimo disse...

NA MINHA ESCOLA TEM UMA ALUNA COM DÉFICIT COGNITIVO, COMO DEVE SER ESSE TRABALHO COM ELA ALGUEM PODERIA MIM AJUDAR?

Anônimo disse...

Tenho uma aluna com déficit cognitivo leve , dias ela lê e escreve, dias não se entende nada,
. O que posso fazer para trabalhar com a mesma?

Anônimo disse...

olá, meu nome é Noely e minha filha Isabelle tem 16 anos e foi diagnosticada com déficit cognitivo leve, gostaria de esclarecer é uma deficiência mental??como não temos convênio médico estou preocupada em como tratá-la pois pelo sus é muito demorado.... estou muiti preocupada, me ajudem por favor Noely

Anônimo disse...

ola...tenho uma filha de 11 anos que esta na 3a serie...o neuro. disse que ela tem deficit cognitivo, ela esta com a psicopedagoga,psicologa,e,em escola particular, toma Ritalina 1 vez ao dia....o que mais poderei fazer para ajuda-la.obrigada

Anônimo disse...

moro em manaus tenho um sobrinho de 19 anos que tem dificuldade em apredizagem ele nao consegue acompanhar os outros adolecentes da mesma idade, quais os procedimentos para iniciar um tratamento, pois as escolas aqui nao oferecem esses tipos deprojetos, ele esquece com facilidade.

Anônimo disse...

existe algum email onde eu possa me comunicar e tirar dúvidas que tenho sobre o assunto? meu email é: ibrecomenda@yahoo.com.br aguardarei contato.

Cibeli Bastos da Silva Miranda disse...

Olá, parabens pelo blog, tenho uma filha de 23 anos e ela tem varios problemas ´por ter deficit cognitivo, achei muito legal suas informações. obrigada.

Anônimo disse...

As informações foram boas, embora pouco aprofundadas. Porém só me impressiono com o absurdo de estudantes de uma academia que escrevem textos com erros de português gravíssimos.

Anônimo disse...

Tenho uma filha de 16 anos portadora de déficit cognitivo limítrofe. Hoje ela está no 1o ano do ensino médio em uma escola particular do rio de janeiro mas não está acompanhando o conteúdo. Tem profa particular e terapeuta que a ajudam mas sofre de baixa auto estima e come para compensar. Está obesa e infeliz. Se alguém conhecer uma escola realmente inclusiva peço me indicar.

Anônimo disse...

TENHO UM FILHO COM DÉFICIT COGNITIVO DIAGNOSTICADO A POUCO TEMPO MAS ELE TAMBEM POSSUI OUTROS PROBLEMA NASCEU COM FISSURA NÃO OUVE DE UM DOS OUVIDOS ENTRE OUTROS PROBLEMAS, MAS NÃO CONSIGO RESOLVER O PROBLEMA JA QUE ELE ESTA SE TORNANDO ACRESCIVO COM AS PESSOAS INCRUSIVE NA ESCOLA FAZ ACOMPANHAMENTO COM PSICOLOGO FISIO E FONO MAS NÃO RESOLVE O PROBLEMA NA ESCOLA ESTA INSUSTENTAVEL NÃO CONSIGO SOLUÇÃO E ESCOLA ME PRECIONA POIS ELE ACREDI HÁ TODOS SEM MOTIVO ESTOU DESESPERADA QUERIA PELOS UMA RESPOSTA JA QUE TUDO QUE ME PEDIRAM EU FIZ PRECISO MUITO DE AJUDA

Elzimery Dias Amancio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Elzimery Dias Amancio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Elzimery Dias Amancio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Elzimery Dias Amancio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Elzimery Dias Amancio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Elzimery Dias Amancio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Regina disse...

Olá, gostaria que vocês me informacem o referencial teórico deste trabalho, achei muito interessante este texto.

Anônimo disse...

Tenho dois filhos com deficiência cognitiva e sofremos por muitos anos sem saber porque meus filho tinham tantos problemas na escola, comunidade, família eram visto como crianças rebeldes e outras tais que não quero fala. quando descobri a deficiência de certa forma fiquei feliz pois agora eles seriam tratados, mas descobri que a sociedade é muito cruel só enxerga a deficiência quando falta um braço uma perna quando é uma deficiência meio que oculta tenho que fica dando explicação o tempo todo seja na escola seja no medico eu acho que esses profissionais que teriam que tirarem minhas duvidas mas eu que tenho que fazer pesquisa pra ajuda minha família eu não aguento mas essa situação preciso de ajuda sinto-me angustiada impotente sem rumo ajude-me.rosineide@brandao.com

Unknown disse...

Olá, me chamo tatiane sou mãe de uma linda menina que foi diagnosticada com déficit cognitivo, antes de conseguir esse laudo e os testes cheguei a quase desistir da minha filha, achava que ela era relaxada, indiciplinada por muitas vezes repreendi, briguei e bati até que em um determinado momento onde estava prestes a desistir houve um fato simples no colégio: Ela zerou as provas todas! sempre teve dificuldades mais sempre conseguiu, nunca até então tinha tirado notas vermelhas esse momento foi o ponto de partida para que eu cobrasse do colégio uma posição e dos médicos dela outra... bem algo que poderia ter sido diagnosticado muito fácil levou quase 9 anos.Aos pais deixo minha experiência e contato se precisarem minha filha fez avaliação no melhor local possível o IFF com um laudo perfeito que facilita em tudo a vida e o entendimento do que acontece, o proceder com a criança. Coloco o nome de uma profissional perfeita a Fonoaudióloga Carla que tem sido um anjo ela que faz o laudo, minha filha após o laudo foi inclusa na Rede municipal tem direito a uma tutora e a sala de recursos. sou de um município pequeno mas isso é de direito a todos quem precisar de ajuda com informação ou mesmo para falar meu face é Tatiane Domes. Infelizmente o que a pessoa a cima falou é verdade costuma sempre enxergarem só o que é de grande impacto... ao verem minha filha em um centro especial me cobram acham ela muito esperta e é, porém ela precisa de algumas coisas para que realmente a vida dela tenha melhor qualidade, ela toma medicamentos e faz uso de recursos mais um dia isso tudo pode ser a diferença entre quem fez algo e quem nunca tentou... meu email é tati_tdb@hotmail.com

Postar um comentário